Turismo, para muitos é pura economia, mas para poucos é uma gama de significados que até então não conseguiram desvendar. Uma profissão como as outras, porém com uma visão de mundo tão vasta que chega a assustar, principalmente, quando olhamos pra frente e vemos o mundo em nossas mãos. Então vamos, vamos para uma estrada amazônica, onde existe a tarefa mais difícil e talvez a mais prazerosa de nossa profissão, lidar com a Diversidade!

Bem-vindo ao meu Blog! Relacionem-se!

.

Translation

Free Translation

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Parelhas: Terra de Grande Potencial Turístico


Parelhas: todas as fotos postadas foram tiradas por R. Sena e estão no seu acervo fotográfico!

                                Entrada da Cidade


          O município de Parelhas, está localizado à 240 Km da capital Natal, no estado do RN, possui uma vasta potencialidade turística, provinda de uma cultura inigualável e da sua História de evolução, desde a criação com a fazenda Boqueirão até os dias atuais.

     É através da cultura festiva, da cultura histórica e social de um povo que ama o que faz, que se pode sensibilizar a população sobre a importância da conservação de seus recursos, tanto ambientais, como sócio-culturais.

Aqui, neste blog será postado as potencialidades do município de Parelhas, RN.


                          Pinturas rupestres de Parelhas

Sítio Mirador – Sítio Arqueológico com mais de 9.400 anos, catalogado no Iphan e UFPE. Possui um grande acervo de pinturas primitivas que retratam o cotidiano de uma civilização antiga e que perdura até hoje, proporcionando a quem a visita uma viagem ao passado. Cada figura retrata uma passagem da vida dos nossos antepassados. Local de fácil acesso, pois se localiza a apenas 300 m da estrada vicinal do Boqueirão. Contemplado com recursos do Prodetrur e do IPHAN, para construção de passarelas de acesso e urbanização, como estacionamento etc, visando sempre uma sustentabilidade ambiental. Segundo os técnicos as obras começarão em breve. Vale a pena visitar. Acredito que a não construção dessas passarelas não seria inviável, pois a subida é feita por trilha, o que da uma certa veracidade a forma de vida que os antepassados possuíam.

                      Sangria do Açude Boqueirão

Barragem Boqueirão – Com capacidade de armazenar 86.000.000 m³ de água em pleno sertão nordestino. Possui um espelho d’água de 1.400 he e uma extensão de 14 km, com águas própria para pesca esportiva de Anzol de vários tipos de peixes com a Tilápia e o Tucunaré, Canoagem, passeios de barco, setor de restauração básica para a possibilidade do visitante provar um delicioso peixe frito ou outros petiscos, com uma vista belíssima em toda sua extensão emparedada pela Serra do Boqueirão.

Passeio Off-Road – Além dos interessantes passeios em Jeeps tradicionais em plena Caatinga e também passando por minerações de quartzito e outro minerais, podemos em um passeio mais logo, visitar o Mirante da Serra do Boqueirão, local de uma vista privilegiada, pois temos toda vista da Barragem Boqueirão do alto de 560 metros de Altura, além de visitarmos o Poço da Princesa, localizado dentro de uma galeria de mineração desativada. Outra opção mais rápida e mais emocionante e radical é a visita ao Mirante Capelinha da Serra também de Jeep. Outro lugar de rara beleza e que tem também um apelo religioso, pois a capela foi construída através de uma promessa nos anos 30 e reformada em 2006. Esses dois lugares devem ser visitados de preferência à tarde para poder ser contemplado um belo Pôr do Sol vislumbrando todo o vale do Seridó.

                           Estação Ecológia malhada Vermelha

Estação Ecológica Malhada Vermelha - Reserva da Caatinga, que já foi alvo de reportagem no SBT Repórter. A estação conta com uma grande diversidade de fauna e flora, contento espécies consideradas raras. Tendo como opção fazer trilha e caminhadas, como possibilita o turismo paisagístico, que é um turismo bastante sustentável, onde os turistas apenas observam a natureza, proporcionando um baixo impacto ambiental, comparada com outras atividades.

        
                                  Matriz de São Sebastião

Igreja Matriz de São Sebastião – A Matriz de São Sebastião é considerada um atrativo turístico, pois não faz parte da história de Parelhas, ela é a história da cidade. A história da sua construção é de conhecimento da população que se encanta todos os dias ao vê-la. Igreja de arquitetura do século XIX, apresentando mais de um estilo como o estilo Românico, presente no início do século XII, e Gótico, estilo de meados do século XII até o séc. XV, apresentando suas variadas formas, como o gótico puro e o flamejante. Porém, esse estilo é provenientes da arte do século XIX, século este que houve uma mistura de estilos arquitetônicos. Dona de uma beleza singela, a Igreja Matriz, guarda por trás do altar uma grande Cruz, com mais de 150 anos que foi retirada e trazida nos 100 anos da cidade. Cruz essa, que era marco de um dos cemitérios de coléricos, onde hoje se encontra uma praça social. Além de conter a primeira imagem de São Sebastião utilizada nas procissões da festa desse padroeiro a mais de 100 anos. A igreja ainda apresenta jazigos em seu interior, costume esse proveniente da época, tendo por trás desse costume uma crença de salvação.

Eventos – Um dos maiores atrativos turísticos do Seridó são os eventos, tanto religioso, como social, esportivo, e outros. A Cidade de Parelhas apresenta eventos quase todo o ano. Começando o ano com a Festa do Padroeiro São Sebastião, conhecida popularmente como Festa de Janeiro, por ser no mês em questão, apresentando a festa religiosa e social, sendo o maior evento da cidade. No mês do carnaval, pode-se aproveitar a folia na Barragem Boqueirão, com música ao vivo e arrastão dos foliões ao som de machinhas de carnaval do açude ao centro da cidade. Março é possível apreciar o Encontro Estadual de Jipeiros, onde os jipeiros enfrentam-se em uma competição de velocidade e estratégia. Além se proporcionarem a população e visitantes um evento musical para o deleite de todos. Abril está entrando nesse calendário com o Parisfest, um tipo de carnaval fora de época, onde visitantes e a população pulam ao som do axé music pelas ruas da cidade. Maio é o mês de Nossa Senhora de Fátima, onde todos os presentes na cidade contemplam a homenagem a Santa, e curtem após a missa no Santuário, música ao vivo na praça de eventos de Parelhas. O São João da cidade diverge na sua realização entre os dias finais do mês de junho e os dias iniciais do mês de julho. Outubro é o mês da volta ao tempo, onde há a realização da Festa dos Anos Sessenta onde os parelhenses e visitantes relembram e curtem as músicas da Jovem Guarda. Em novembro é possível apreciar a segunda maior festa da cidade, A Festa dos Caminhoneiros que compreende 03 (três) dias, sendo no final de semana, com direito a cerveja free no domingo da festa com música ao vivo. A Festa dos Caminhoneiros é realizada há mais de 20 anos, com corridas de jegues, gincanas automobilísticas de caminhoneiros e festas dançantes no clube ACAMPAR - Associação dos Caminhoneiros de Parelhas.

Grupos Culturais – Outro grande atrativo turístico são os grupos culturais, como a mais antiga quadrilha junina da cidade, Arraial Brilho do Sertão, completando no ano de 2010, 15 anos de existência, sempre se adaptando as inovações das categorias, passando de tradicional para estilizada. Outra quadrilha Junina é a Paixão Nordestina que nasceu a alguns anos, mas que proporciona, assim como o Brilho do Sertão, diversão, entretenimento e encanto a todos que as assistem. Outro grupo cultural é o grupo de teatro Baú Nordestino de Artes, que em alguns eventos da cidade, encena atos que expressam sentimento em quem os assistem. O grupo Brasileirinho Multi Mistura, apresenta danças de acordo com os eventos, podendo se enquadrar em junino, forró e outros desdobramentos musicais. E outros grupos, tão importante quanto, são: o grupo cultural Negros do Rosário, pertencentes a  Comunidade Quilombola da cidade de parelhas, onde eles dançam ao som de sons dos seus descendentes, mantendo a cultura dos negros escravos viva; e a Banda de Música 11 de Fevereiro, que durante a festa do padroeiro toca lindos dobrados e outras trilhas sonoras antes, durante e depois da novena de São Sebastião, além de tocarem a alvorada, as 5 horas da manhã, onde visitantes e parelhenses saem em seguida acompanhando a Banda de Música por toda a cidade. A banda completou em 11 de fevereiro 2010, 103 anos. Caso, algum visitante aniversarie, durante a festa do padroeiro, tem a ótima opção de contratar a Banda de Música, visto que, é um grupo “privado”, para acordá-lo com um belíssimo som de parabéns.

Cemitério - Turismo Móbido ou Exótico– O 1° cemitério da cidade, hoje se encontra em ruínas, porém o cemitério principal da cidade, para os interessados em turismo mórbido, apresenta riquezas nas construções tumulares, com túmulos de uma arquitetura exóticas, mostrando a importância da pós-vida ou para obtenção de status na época da construção dos mesmos. Para muitos a visita ao cemitério, com interesse turístico, pode parecer surreal, porém muitos turistas, principalmente estrangeiros, se interessam por esse tipo de turismo, como ocorre na cidade de Acari e Currais Novos. Além dos cemitérios dos coléricos com toda a sua história de enterro de pessoas vivas em decorrência da Cólera Morbus.

Arquitetura Civil - Na cidade de Parelhas, ainda é possível encontrar casas com arquitetura da época de sua construção, algumas com mais de 50 anos, esperando uma ação para a conservação das mesmas. A cidade conta com sua primeira escola ainda em funcionamento, registrada como Patrimônio Histórico, com arquitetura preservada desde a sua construção. A praça, de nome Arnaldo Bezerra, que existe hoje, com um busto do mesmo, foi pouco modificada através do tempo. Porém, encobre a existência de um coreto que antecedeu a construção da praça, marcada por uma história de divergências políticas. A cidade ainda conta com a Maternidade Dr. Graciliano Jordão e o Hospital Dr. José Augusto que conservam ainda as características do primeiro ano de seu funcionamento. Além do mercado público que também faz parte da história da cidade e outros locais de interesse do visitante.



                      Serra Boqueirão ou Serra da Princesa

Serra Boqueirão - Serra das Queimadas, conhecida popularmente como Serra do Boqueirão ou Serra da Princesa, que possui por trás de uma belíssima paisagem, diversos mitos e lendas sobre tal serra. Como a crendice da existência de um princesa adormecida que a natureza fez questão de esconder. possivelmente por causa de suas formas serem parecida com as formas de uma mulher deitada, outros dizem que é um cobra coma cabeça decepada... Mitos e lendas que fazem parte da cultura da cidade, um segredo que a população ainda não desvendou e que é de interesse do turismo.

                          Sítio Cidade das Pedras


Sítio Cidade das Pedras - No município de Parelhas, possui uma vasta extensão de terra com formações rochosas belíssimas, tendo potencialidade para o geoturismo, um segmento tão novo que engloba um atrativo tão antigo como é o solo, as rochas e suas formações, entre outros. Assim como uma mina localiza na serra Boqueirão, com um poço, conhecido popularmente como poço da princesa, devido a história da serra da princesa...


Parelhas tem grande potencialidade turística, basta saber explorar com responsabilidade...




Beijos e relacionem-se!
R. Sena

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Teste da Orelhinha!

Agora é obrigatório!

O teste da orelhinha tão importante quanto o teste do pezinho pode detectar precocemente possíveis perdas auditivas.
A triagem auditiva neonatal, obrigatória por lei municipal nº 3028, de 17 de maio de 2000.

É um programa de avaliação da audição em recém nascidos, indicada por instituições do mundo todo para diagnóstico precoce de perda auditiva, uma vez que sua incidência, na população geral, é de 1 a 2 por 1000 nascidos vivos.

A Técnica utilizada é a de Emissões Otoacústicas Evocadas (EOAs).O Exame é indolor, com a colocação de um pequeno fone na parte externa do ouvido, com a duração por um tempo médio de 3 a 5 minutos. 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta terça-feira a lei que obriga hospitais e maternidades a fazerem gratuitamente o teste da orelhinha nos bebês nascidos em suas dependências. A sanção foi publicada no Diário Oficial da União. 

O chamado exame de amissões otoacústicas evocadas identifica precocemente problemas auditivos e deve ser feito preferencialmente nos primeiros dias de vida do bebê. O teste é realizado enquanto a criança está dormindo, dura cerca de dez minutos e o resultado sai na hora. 

Se houver suspeita de problemas auditivos, a criança deve ser encaminhada à avaliação audiológica.




Beijos e relacionem-se!
R. Sena

domingo, 30 de maio de 2010

Norte Americanos no interior do RN

   Nessa quinta e sexta feira dia 27/05 e 28/05 de 2010, um grupo de estudantes do estado do Maine nos Estados Unidos, vieram para o RN fazer uma ação social na Comunidade Quilombola Negros do Riacho, onde pintaram suas casas, ajudaram a confeccionar artesanatos de barro, entre outras atividades.

   De jeito nenhum pode-se deixar esquecer de um grupo de estudantes de Turismo da UFRN de Currais Novos do 7º período, instrumentos tão importante quanto, nessa ação social, que arrecadaram roupas e alimentos, para doar a comunidade Quilombola na quinta-feira, onde desenrolaram momentos de lazer com as crianças da comunidade e com os visitantes do Maine.

   Na sexta-feira como despedida do grupo de estrangeiros, o grupo de estudantes do 7º período de Turismo da UFRN, organizou o Forró do Turista para a diversão de todos, onde houve muito forró e muita quadrilha junina.

   Segue as fotos dos dois eventos.


Brasil e Estados Unidos


Estudantes do Maine na Ação Social


Confeccionando panelas de barro

 
Turismo 7º período (uma parte)


Crianças da Comunidade Quilombola


estrangeiros do Maine


Turismo e Comunidade Quilombola


Maine


Forró do Turista com direito a DJ


Estrangeiros dançando forró


RN and Maine


Turismo 7º período no forró do Turista


Estrangeiros e Brasileiros


    Esse evento foi maravilhoso, a interação foi contagiante, pois uma boa parte dos alunos da UFRN sabem falar inglês, ainda somos um pouco tímidos, mas estamos aí pra isso, foi um enorme prazer tê-los aqui no nosso país e na "nossa" cidade. Muito obrigada por essa experiência.



Beijos e relacionem-se!
R. Sena

terça-feira, 25 de maio de 2010

Transcrição do vídeo sobre a importância do Close-caption



O engraçado dessa matéria, é que o vídeo que fala da importância do close-caption, ferramenta que exibe legendas, não tem legendas!

É algo inacreditável, como fazem uma reportagem falando da importância da legenda e não colocam legenda????

Como fica os surdos ou deficientes auditivos, idosos com problemas de surdez ou outros, sem não conseguem saber o que está no vídeo que fala da importância da legenda?

Acredito que esse vídeo deve ser revisado e acrescentado o close-caption.

Vou acrescentar em seguida, exatamente o que o vídeo fala para o entendimento de todos.

Narrador:

Close-caption, você sabe o que é? A ferramenta conhecida como legenda oculta auxilia o telespectador a acompanhar um programa de TV com transcrições do que é falado. Apesar de ter sido criado com foco nos deficientes auditivos, o recurso ganhou utilidade em ambientes onde o silêncio é fundamental. Embora esteja cada vez mais presente na telinha a forma como as legendas são feitas ainda é um mistério para boa parte dos telespectadores. O nome dos responsáveis por essa tarefa é complicado: estenotipista. São eles que digitam os textos, principalmente de programas ao vivo, como telejornais, para isso esse time usa aparelhos como este: o estenótipo, por ele é possível digitar 150 palavras por minuto.

Estenotipista falando: Explicação do aparelho, estenótipo;

Aqui em cima nós temos os números do lado esquerdo são as consoantes, que nós chamamos consoantes iniciais e as do lado direito as consoantes finais, aqui em baixo nós temos as vogais.
Nós conseguimos acionar todas as teclas simultaneamente, não é como um teclado de computador ou de máquina de escrever, o que facilita o que dá a agilidade na verdade porque eu tenho como bater uma palavra que teria uma digitação de 4 toques eu bato num toque só.

Narrador:

Com o número de programas que usam o close-cpation crescendo, a demanda por profissionais de estenotipia, aumenta. O resultado dessa equação é que a profissão é bem remunerada.

Estenotipista falando:

Nós recebemos pelo que nós produzimos, então num existe um valor fixo, mas em média prum estenotipista iniciante que já está apto que já é um bom profissional gira em média de 5, 6 mil reais. É um mercado muito novo, mas não é fácil.


Espero ter ajudado a muitos!



Beijos e relacionem-se!
R. Sena

sábado, 1 de maio de 2010

Geoturismo, Geodiversidade e Geoconservação

  Um dos temas que eu estava em dúvida para a elaboração da monografia do curso de Turismo era exatamente esse: Geoturismo. Vou falar um pouco sobre o que pesquisei sobre o tema para que vcs possam tem uma ideia do que seja isso.

  Aproveitando algumas palavras do professor Marcos Antônio em Geologia da UFRN de Natal-RN: A Geodiversidade é uma área que ainda está pouco pesquisada, é necessário que haja mais pesquisa, pois ouvimos muito sobre a biodiversidade e esquecemos da geodiversidade que é tão importante quanto.

  Quando somos estudantes, escutamos que quando vamos pesquisar alguma coisa, utilizamos um pouco de romantismo, e que devemos procurar o mais real possível. Porém acredito que um pouco de romantismo é que ajuda ao surgimento de ideias inovadoras.

   ATENÇÃO AS CITAÇÕES ESTARÃO EM NEGRITO POR CAUSA DO SISTEMA DE POSTAGEM DO BLOG QUE NÃO RESSALTA-AS.

  Em minha justificativa, constante no projeto de monografia, coloquei o que acredito e que acontece na minha realidade outras fontes de pesquisa (ctrl c - ctrl v dos meus arquivos):

Atualmente (2009), na maioria das cidades no RN a atividade turística está presente, cada uma com seus atrativos potenciais e reais, gerando renda, empregos diretos e indiretos, entre outros. Porém, tal atividade necessita de um planejamento responsável para que não venha a se tornar uma atividade consumidora dos recursos do município.

Não só a atividade turística como qualquer outra atividade, pode gerar impactos desastrosos em uma cidade. De acordo com Zornitta (2005) a idéia de sustentabilidade não se enquadra na evolução da sociedade pós-caverna, que após a Revolução Industrial e agora com a globalização, acelerou a exploração indiscriminada e a depreciação ambiental.

A despreocupação com a diversidade leva os municípios a cometer crimes, como aconteceu em Parelhas, RN, no ano de 2009, com a questão do lixão da cidade, que foi depositado durante 30 anos em uma Área de Preservação Permanente (APP). Os órgãos ambientais multaram a Prefeitura em R$ 50.000,00, o que é pouquíssimo, pois não se pode nem imaginar o tamanho da degradação que essa área foi vítima.

Não tem relação só com a paisagem, tem muito mais que isso, é preciso preocupar-se com os ecossistemas do local, a contaminação do solo, visto que não há seleção deles, o lixo hospitalar também se mistura a terra, ao ar, contaminando rios, lençóis freáticos, entre outros.

A região do Seridó tem potencialidade para desenvolver os seguintes segmentos da atividade turística como: Turismo Rural, Turismo de Eventos (sociais, religiosos, esportivos, entre outros), Turismo Cultural, Turismo Arqueológico, Turismo de Aventura, entre outros tipos de turismo, mas para que essas atividades turísticas se desenvolvam, é preciso haver sustentabilidade, pois com sua ausência, o turismo começa predisposto a terminar.

O turismo, a partir do seu início até meados do século XX, não tinha uma preocupação com os recursos naturais, acarretando na sua degradação. Segundo Ferretti (2002, p. 58) “as atividades turísticas contribuirão para a progressiva destruição dos recursos naturais. Até o momento, o planejamento do turismo pouco tem utilizado do conhecimento ecológico”.

A atividade turística necessita de atrativos para se manter ativa, não se pode destruir seus recursos e esperar que essa atividade gere riqueza para a localidade.

O turista quer ver o que a região tem pra oferecer, um atrativo já é o bioma Caatinga, de uma fauna e flora rica, que esconde belezas e curiosidades, sendo único no mundo, o visitante não se interessa por locais degradados o que favorece para a diminuição da economia como confirma Ferretti (2002, p. 60) ao dizer que “o consumo dos recursos naturais pode limitar o crescimento da economia. Quando esses se encontram degradados, a economia entra em declínio, pois haverá a diminuição do interesse dos turistas”.

Essa afirmativa leva a crer que a conservação dos recursos naturais é relevante para que a atividade turística se desenvolva.

A sustentabilidade proporciona a renovação dos recursos podendo atender a demanda que o turismo produz, minimizando os impactos negativos. Abordar sobre a conservação da bio e geodiversidade para que se desenvolva um turismo sustentável no Seridó, constitui o objeto de investigação desta monografia, devido à vivência de diferentes experiências no espaço social e acadêmico. Podendo ser mencionados três relevâncias que o estudo em questão proporciona.

A conservação da bio e geodiversidade para que se desenvolva um turismo sustentável se faz relevante para o circuito acadêmico por abordar novos conceitos como o Geoturismo, que poder ser desenvolvido em diversas cidades, principalmente, nas cidades que apresentam uma atividade mineradora ou esculturas rochosas, além de tornar possível o levantamento de novos paradigmas sobre a atividade turística e novos segmentos.

A abordagem do referido projeto também é relevante para a sociedade, pois com o estudo e a busca de informações e sugestões de práticas para uma ecologia urbana será possível alcançar medidas que possam minimizar os impactos negativos, podendo inclusive, auxiliar no desenvolvimento de um turismo sustentável no município em questão. Outra relevância é pessoal, por auxiliar um crescimento na área de pesquisa, além de proporcionar experiências e, quem sabe, futuros projetos que visem o desenvolvimento sustentável do município natal do pesquisador.

Pode ser que muitos não concordem comigo, mas isso é Turismo, turismo é diversidade seja de culturas ou de ideias. Colocarem outros tópicos falando um pouco da biodiversidade e geodiversidadee a conservação dos mesmos, além da atividade turística e sua sustentabilidade (ctrl c - ctrl v dos meus arquivos):

5. TURISMO E CONSERVAÇÃO DA BIO E GEODIVERSIDADE

A atividade turística é baseada em recursos de atração para os turistas. Sem esses atrativos a atividade não cresce, pois não se tem o produto a ser oferecido.

Sendo a biodiversidade e a geodiversidade um atrativo potencial, é de suma importância para a atividade turística, no Seridó, pois é parte integrante do bioma Caatinga, que significa “Mata Branca”, pela característica da perda de folhas durante a seca, servindo de estratégia de defesa para que as plantas não percam a água adquirida na estação das chuvas.

Essa característica é única do bioma Caatinga que também é único no mundo, estando presente apenas no Brasil, o que poderia chamar a atenção de turistas interessados em fauna e flora exótica em relação à sua, acarretando a atividade turística.

Porém, o turismo deve ser muito bem planejado, sempre levando em consideração seus recursos. Por isso, a conservação desses atrativos se faz necessária para o desenvolvimento sustentável da atividade turística. Suas definições também são relevantes, para que se entenda o que são e como conservá-los.

5.1 Turismo e desenvolvimento sustentável

Nos dias atuais, o deslocamento de indivíduos e de grupos humanos, por causa da facilidade dos meios de locomoção e da necessidade de negócios, lazer, cultura, etc., tornando-se um produto comercial.

Essa definição distingue quem viaja por prazer de quem o faz por necessidade ou serviço, dependendo mais da manifestação do estado de espírito do que dos recursos.

As viagens constantes de novas pessoas aumentam o consumo e, conseqüentemente, a geração de maiores lucros, que levam ao aumento de riquezas, além da geração de empregos diretos e indiretos.

As grandes cidades tornam-se ambientes receptivos, cada vez mais procurados por um número de pessoas sempre crescente, que se juntam aos tradicionais visitantes. A atividade turística necessita de divulgação, promoção, aplicação de estratégias de comercialização, conservação de seus atrativos, projetos sociais que estimulem a cultura, um dos principais atrativos do RN.

Porém, o desenvolvimento sustentável é essencial para que o turismo se mantenha ativo. Pois, ao longo da sua evolução quase nada se fez para que os recursos utilizados na atividade fossem conservados.

Nos séculos XX e XI, a preocupação com a sustentabilidade da atividade turística aumentou, com a realização de tratados, reuniões, conselhos, entre outros. Onde vários países participam e colaboram com as exigências de cada reunião.

Tais reuniões visão o desenvolvimento sustentável dos recursos, como a redução de emissão de carbono na atmosfera, tema bastante discutido atualmente, podendo ser aplicados no turismo, tornando-o sustentável. Contudo, desenvolvimento sustentável é um conceito de difícil implementação, diante das complexas exigências tanto econômicas quanto ecológicas.

O conceito de desenvolvimento sustentável, também chamado ecodesenvolvimento, proviu se em 1968, na Biosphere Conference, em Paris, e repercutiu no mundo acadêmico e internacionalmente a partir da Conferência de Estocolmo, em 1972.

Segundo o site Ambiente Brasil (2009) diz que Desenvolvimento Sustentável é um:


Modelo de desenvolvimento que leva em consideração, além dos fatores econômicos, aqueles de caráter social e ecológico; parte da constatação de que os recursos naturais têm uma oferta limitada e defende a idéia de uso sem esgotamento nem degradação dos recursos do ambiente; também considera indispensável uma política social compatível, a fim de evitar a degradação humana.



Esse conceito é aplicado na atividade turística, sendo considerado um desenvolvimento sustentável do turismo, pois visa à conservação e/ou preservação de seus recursos para que se desenvolva o turismo. Para que se possa estabelecer um desenvolvimento sustentável é preciso que haja um planejamento sistêmico, sendo necessário um aprofundamento nos estudos, práticas e nos aspectos relacionados com esse desenvolvimento.

5.2 Importância da biodiversidade para o turismo

A importância da biodiversidade iniciou com o surgimento da biotecnologia, que observou que quanto mais diversidade biológica um país tem, mais variados produtos poderiam ser desenvolvidos, principalmente nas áreas farmacêutica. Além disso, de acordo Santos (2009) a biodiversidade é considerada um conjunto de riquezas, sendo um patrimônio natural de uma nação. Sendo a biodiversidade uma riqueza da nação tem-se que promover ações de conservação para esse patrimônio.

Segundo Lévêque (1999) “a biodiversidade está constituída pelo seu material genético e pelos complexos ecológicos dos quais eles fazem parte”.

A biodiversidade é bastante utilizada para o turismo, a maioria de seus recurso vem da natureza. Sua conservação é de suma importância para que inúmeras atividades aconteçam, inclusive, a sustentabilidade humana.

Diversidade biológica é o total de comunidades e ecossistemas e processos de uma região, abrange toda a fauna, a flora, bem como os sistemas a que pertencem, e pode ser classificada em quatro tipos, conforme o site Ambiente Brasil (2009):

• Diversidade genética - A diversidade de genética refere-se à variação dos genes dentro das espécies, cobrindo diferentes populações da mesma espécie e a variação genética dentro de uma população.

• Diversidade de espécies - A diversidade de espécies refere-se à variedade existente dentro de uma região.

• Diversidade de ecossistemas - A diversidade de ecossistemas refere-se aos diferentes ecossistemas que compõem uma região determinada.

• Diversidade de comunidades e processos - A diversidade de comunidades e de processos refere-se aos elementos que compõem cada um dos ecossistemas de uma determinada região.

Atualmente, a biodiversidade apresenta relevância para a atividade agrícola, pois a estabilidade dos ecossistemas regula as populações de pragas. Sendo, inclusive um elemento chave na regulação dos processos biológicos dos sistemas de produção agrícola.

Com o aumento da biodiversidade, as pragas terão mais dificuldade na escolha de plantas hospedeiras. Podendo optar ou não pelas que estão presentes nas plantações destinadas ao comercio agrícola. Proporcionando também, que o agroturismo se desenvolva, apresentando plantações “sadias” e gerando receita para os produtores rurais.

5.3 Importância da geodiversidade para o turismo

A geodiversidade é um tema que está crescendo e sendo discutido atualmente, mas trabalhos abordando o tema não é encontrado com facilidade. Essa diversidade geológica, nada mais é, do que formações rochosas, seus fenômenos e diversidade de tipos de solos e rochas. O que hoje, é considerado um atrativo turístico.

Uma definição bastante utilizada é a de Stanley (2000 apud. NASCIMENTO 2007, p. 8) que expressa que geodiversidade é a “Variedade de ambientes, fenômenos e processos ativos, de caráter geológico, geradores de paisagens/relevo, rochas, minerais, fósseis e solos que constituem a base para a vida na Terra”.

A geodiversidade é tão importante quanto à biodiversidade, pois para que inúmeras diversidades de plantas pudessem se desenvolver foi preciso diversidade de solos, o que é conhecido que algumas plantas só crescem em um determinado tipo de solo.

Com isso, é necessário o seu estudo e sua conservação, para a biodiversidade e para a atividade turística que cresce cada vez mais e apresenta novos segmentos.

5.4 Conservação Ambiental

O conservacionismo já é registrado em meados do século XVI, com o início da destruição da Mata Atlântica Brasileira e da vida silvestre. Sua destruição sobressaltou até a Rainha de Portugal, que em 1797, ordenou ao Governador da Capitania da Paraíba que encarregasse de estagnar a destruição das florestas de sua colônia.

Até a metade do século XX a idéia de conservação ainda estava em estágio inicial, nos últimos 30 anos, essa conscientização se faz bem mais presente. Como afirma Mittermeier et. al. (2005, p.14) “Somente os últimos 30 anos o Brasil experimentou um avanço maior na ação de conservação e no desenvolvimento a capacidade de conservação”.

A definição expressa no site Ambiente Brasil (2009) da algumas definições sobre conservação, mas a que se aplica a Conservação ambiental diz que,


É a ação de reunir atividades de preservação, manutenção, utilização sustentada, restauração e melhoria do meio ambiente, de forma a produzir o maior benefício sustentado para as gerações atuais e, ao mesmo tempo, manter sua potencialidade para satisfazer as necessidades e aspirações das gerações futuras e a sobrevivência das espécies vegetais e animais e de seu ambiente natural.



Segundo o site Ambiente Maia Digital (2009) diz que existem 04 (quatro) motivos pra que o homem conserve o meio ambiente:

• Motivos éticos - pois o ser humano tem o dever moral de proteger outras formas de vida, como espécie dominante no Planeta;

• Motivos estéticos - uma vez que as pessoas apreciam a natureza e gostam de ver animais e plantas no seu estado selvagem;

• Motivos econômicos - a diminuição de espécies pode prejudicar atividades já existentes (pesca de uma espécie com elevado valor comercial que está a desaparecer, como o Sável e Lampreia). Pode ainda comprometer a sua utilização futura (ex. para produção de medicamentos). Não podemos esquecer que pelo menos 40% da economia mundial e 80% das necessidades dos povos dependem dos recursos biológicos;

• Motivos funcionais da natureza - dado que a redução da biodiversidade leva a perdas ambientais. Isto acontece porque as espécies estão interligadas por mecanismos naturais com importantes funções (ecossistemas), como a regulação do clima; purificação do ar; proteção dos solos e das bacias hidrográficas contra a erosão; controlo de pragas; etc.

Percebe-se que o homem é o principal culpado pela degradação ambiental e o principal responsável para promover ações de conservação e/ou preservação e minimização dos impactos negativos causados pelas suas atividades.


REFERÊNCIAS UTILIZADAS

AMBIENTE BRASIL. Geodiversidade. Disponível em Acesso em 12-11/2009.
FERRETTI, Eliane Regina. Turismo e meio ambiente. São Paulo:Roca, 2002.

LÉVÊQUE, Christian. A biodiversidade. Bauru:EDUSC, 1999.

MITTERMEIER RUSSELL A. et. al. Uma breve história da conservação da biodiversidade no Brasil. 2005, p.14.

NASCIMENTO, Marcos Antônio Leite do et al. Geoturismo: um novo segmento do turismo. PUC Minas, 2007
ZORNITTA, Fernando. Turismo: a cearensidade e a sustentabilidade. 2005. Dispponível em http://www.etur.com.br/conteudocompleto.asp?idconteudo=7575> Acesso em 02-11-2009.
 
 
Beijos e relacionem-se!
R. Sena

sábado, 24 de abril de 2010

Turismo: Disney com criança pequena???

    Ir para a Disney é o sonho de boa parte das crianças do planeta e você, claro, tem certeza que todos vão se encantar fácil pelos quatro parques que ficam em Orlando (Flórida). O passeio tem tudo para ser inesquecível, mas sair do Brasil com uma criança menor de 4 anos requer uma dose a mais de paciência e cuidados, principalmente em parques tão gigantes como estes. Aqui oito dicas valiosas para você planejar tudo e não ser pego de surpresa pelos imprevistos.

Onde ficar?

    Brasileiro é uma das nacionalidades que mais se vê nas ruas e brinquedos da Disney World, e as opções de hotéis e transporte na versão de Orlando, na Flórida, são bem variadas. Selecionamos algumas aqui, simulando valores para viagens em baixa e alta temporada, com dois adultos e duas crianças com menos de 4 anos.

RESORTS DA DISNEY

    São 22 ao todos e com muita variação de preço e tipo. Como não poderia ser diferente, todos são temáticos e ricos em detalhes para proporcionar a grande especialidade de toda Disney: fazer com que o visitante se sinta realmente imerso em determinado lugar e esqueça do resto do mundo...
Os cafés-da-manhã também têm decoração temática, mas em geral servem um cardápio típico americano – com ovos mexidos, bacon e waffles, por exemplo – com opções de outros pães e complementos como cream cheese, sucos, etc. Todos têm pequenos mercadinhos para comprar comida e suvenires (muitos suvenires!). *

Animal Kingdom Lodge
    O local que hospedou a família Angélica, Luciano Huck, Joaquim e Benício na segunda visita da turma ao parque de Orlando, tem simplesmente uma savana à vista das janelas ou varandas dos quartos. É isso mesmo: você pode acordar e ver girafas, zebras, emas e avestruz...
    A decoração é toda baseada no continente africano, com exposições de objetos e eventos temáticos. O local oferece uma atividade bem especial, mas não tão interessante para quem não entenda inglês. Há sessões de “Storytime”, feitas em volta de uma fogueira bem grande, onde as crianças ouvem lendas africanas contadas por africanos que trabalham lá. A partir de US$ 6.800 a US$ 10.800.

Kidani Village
    Ele divide uma savana o Animal Kingdom Lodge e também é todo ambientado como se estivéssemos hospedados na África. Na cozinha, atendimento personalizado quando necessário e deliciosos pães feitos na hora de servir. No caminho da piscina, oferece um espaço para os menores com chuveirinhos tipo chafariz para refrescar. A partir de US$ 5.400 a US$ 6.400.

Gran Floridian
   
    Este tem um estilo mais clássico, com decoração onde predomina aquelas cerquinhas brancas bem típico de casas americanas. É um lugar onde recebe casamentos e outras festas do tipo. Entre as atrações para crianças, está o Searaycer, uma espécie de pedalinho a motor. É um passeio calmo – não é permitido acelerar mesmo – gostoso para fazer a dois (adulto e filho) mas também com a opção de fazer com a família toda. O passeio vai até outros resorts e dá para ver o Magic Kingdom (é uma delícia ver a pontinha do Castelo da Cinderela!). A partir de US $ 5.800 a US$ 8.160.

Fort Wilderness

    Este é para o visitante se sentir num filme – ou desenho – de faroeste. Imita casas dos típicos ranchos americanos e no estacionamento é possível ver trailers e pessoas acampadas (por meses até), o que, para brasileiros, torna-se uma atração à parte. O restaurante também é todo temático de mundo Woody do Toy Story e os quartos (minicasinhas, na verdade) são aconchegantes e cabem seis pessoas. A partir de US$ 3.760 a US$ 4.280.

Rede All Star!

    Dividido em Movies, Music e Sports, essa rede é a parte mais econômica dos resorts. No Movies, por exemplo, a decoração dentro e fora traz os personagens superconhecidos das crianças – de 101 Dálmatas até Toy Story, passando pela versão de Mickey do filme Fantasia. Cada passo é temático. É como dormir no Magic Kingdom.
A partir de US$ 2.700 a US$ 2.900.
* Para fazer sua reserva em um dos Resorts Disney você deve acessar o site: www.disney.go.com, clica em “Guia PARKS” e “Price your dream vacation”. Escolha a opção que melhor se encaixa nos seus planos e faça sua reserva. Todos os valores são em dólares americanos. Obs: no site em português não dá para efetuar reservas.

SUGESTÕES DE PACOTES

RCA Turismo

    Parte aérea voando TAM desde São Paulo, transporte do aeroporto / hotel / aeroporto, 5 dias de hospedagem no Disney´s Pop Century, 4 dias de ingressos básicos para os parques: Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios, Animal Kingdom e bolsa de viagem RCA. Preço para 2 adultos e 2 crianças de até 6 anos Baixa temporada (março, abril, setembro, etc): USD 5.499,00 + taxas de aeroporto (ou US$ 1.378,00 por pessoa) Alta temporada (julho): US$ 6.999,00 + taxas de aeroporto (ou US$ 1.749,00 por pessoa) www.rcaturismo.com.br ou ligue (1) 3017-8700

CVC Turismo

    Parte aérea Brasil / Miami / Brasil em classe econômica; Traslado de chegada e saída em Miami (cortesia Miami Airport Regency Hotel); Traslados rodoviários Miami / Orlando / Miami (serviço regular); serviço de Day Use no Hotel (Miami); traslados e ingressos para os parques Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios, Animal Kingdom, Universal Studios, Islands of Adventure e Sea World (os três últimos, parques que não pertencem ao grupo Disney); 1 tour compras (com 2 paradas); 1 Jantar no Planet Hollywood; 9 noites de hospedagem em Orlando e 1 noite de hospedagem em Miami com café da manhã; traslado de saída em Miami; assistência de viagem internacional Travel Ace. A partir de US$ 2.288 por pessoa, para embarques em março, abril, maio e junho. Crianças de até 2 anos pagam US$ 848 / Crianças de 3 a 9 anos pagam US$1.738.
www.cvc.com.br ou ligue para (11)2191- 8911.

OUTRAS OPÇÕES
     É possível também alugar casas na região, o que pode ser uma vantagem para uma viagem com toda a família, por exemplo. No site www.casaemorlando.com.br, por exemplo, há uma série de opções. (ou ligue para (21)2196- 5656)

Casas com 3 quartos

Diária a partir de US$106

Lotação máxima: 6 pessoas

Localização: 30 minutos de carro até a Disney

 
Casas com 4 quartos

Diária a partir de US$123,00

Lotação máxima: 8 pessoas

Localização: 30 minutos de carro até a Disney

Casas com 5 quartos

Diária a partir de US$195,00

Lotação máxima: 10 pessoas

Localização: 30 minutos de carro até a Disney

Locação de carro
Pacote de 7 dias para carros pequenos com capacidade para até 5 passageiros. A partir de US$204.
Pacote de 7 dias para carros grandes com capacidade para até 7 passageiros. A partir de US$336.
Mas e na hora da fila?

Haja criatividade para entreter as crianças na hora das filas (embora você já tenha aprendido aqui a grande vantagem chamada FastPass). Aqui vão ideias para você e saiba o que fazer e o que carregar na bolsa. (inclusive você pode estender essas dicas para além da Disney: quem nunca teve que sacar uma grande brincadeira em plena sala de espera do pediatra?)

Na bolsa

Não precisa carregar dezenas de brinquedos para manter seu pequeno entretido. Basta usar a criatividade e materiais fáceis de carregar como folhas de papel, massinha e jogos portáteis. Frutas e outro tipo de comida como bolachas podem ser muito úteis também.

Adivinha o que é

Você pode vendar os olhos do seu filho (ou pedir que ele fique com os olhos fechados – o que é mais difícil) e dar objetos na mão dele para tentar adivinhar o que é. Isso estimula a percepção de diferentes texturas. Vale usar o que tiver na bolsa, chaves, celular, carteira, maquiagem...

Massinha

Vale tudo: dar forma a personagens inventados pelas crianças, misturar cores, etc. Pegue uma bolinha de massa amarela e outra azul e faça a “mágica” para seu filho: misture as duas na frente dele e mostre a cor que vai aparecer.

Jogo da velha

Basta uma folha de papel e dois lápis para a brincadeira começar. O jogo é fácil, monte um tabuleiro com três linhas e três colunas, uma pessoa marca com “X”, outra com “O”, alternadamente, nos espaços vazios. Aquele que fizer uma sequência de três “X” ou três “O” em linha horizontal, vertical ou diagonal vence o jogo.

Estátua

Você pode cantar uma música para que seu filho comece a dançar. Pare de cantar repentinamente e grite “estátua”, vocês devem ficar parados. Quem se mexer por último ganha o jogo.

Escutar música

Crianças pequenas adoram sons. Por isso, ouvir música com seu filho é sempre uma boa solução para passar o tempo. Antes de sair de casa grave em seu celular algumas músicas que ele gosta de ouvir. Vocês poderão curti-las juntos. Ou outros gadgets, como o Ipod.

Fotos no celular

As crianças adoram ver fotos da família e delas mesmas, é claro. Então, mostre a seu filho todas as imagens que você tem no celular, pessoas, passeios, viagens, lugares e momentos especiais para vocês. E, claro, outros momentos da Disney!

Passa tempo com palavras

Escolha um grupo de palavras (frutas, animais, países, coisas da cozinha etc.). Vamos supor que vocês escolheram frutas. Você diz: 'Lá vem uma barquinha carregada de banana.' Seu filho terá de repetir a frase e trocar a fruta. E assim vocês continuam, um de cada vez, sem repetir a palavra, até esgotar o vocabulário que vocês conhecem daquele grupo de palavras.
Jokempô

O outro nome da brincadeira é pedra-tesoura-e-papel, baseada em três posições da mão. Mão fechada: pedra; mão aberta: papel; e dois dedos: tesoura. Os participantes ficam com uma das mãos fechada, contam até três, dizem “jokeeeeempô!” e abrem a mão em uma das posições. Pela lógica, o papel cobre a pedra, a pedra tira o corte da tesoura e a tesoura corta o papel.
Jogos portáteis

Uma boa opção para aquelas crianças que adoram joguinhos. Tanto faz se os jogos são de celular ou de vídeo games portáteis, o importante é que você escolha o jogo junto com o seu filho. De preferência a games educativos e procure brincar junto com ele, vocês se divertirão juntos.
 
E na hora das compras?

Disney é símbolo de fantasia sem limites, sonhos que se realizam, etc, etc e etc. Mas não deixa também de ser um momento de fazer muita compra e, quando crianças estão envolvidas temos junto duas questões. A primeira é bem prática: a falta de paciência delas para escolher ou esperar filas no caixa, por exemplo. A segunda é mais profunda: como não exagerar nas compras e incentivar o consumismo? Vamos às dicas?

Lojas por todo lugar

Como não deixaria de ser diferente, há lojas espalhadas por todo o lugar, com artigos que você nem consegue imaginar. De doces a camisetas, passando por todas as versões possíveis de bichos de pelúcia e outros tipos (e tamanhos) de brinquedos. Há algumas que você passa obrigatoriamente na saída do brinquedo, mas nem todos têm sempre algo tentador para o seu filho pedir.

Uma coisa que você pode fazer é distraí-lo sempre que passar por algo ou, claro, fazer uns combinados. É muito difícil um item não ser mais encontrado: você pode pedir para ele ir pensando e escolhendo durante os dias e comprar mesmo algo no último.

Downtown Disney – tudo num único lugar

Se você quer realmente trazer presentes para sua família ou outras pessoas, pode optar por deixar as compras com dia marcado para DownTown Disney, uma outra área da Disney em que são concentradas as lojas mais incríveis, como a World Of Disney, a maior do mundo. Há uma divisão temática, mas a ideia é que você não saia de lá sem ao menos um suvenir. Por isso é bom pensar bem se você vai levar seu filho ou não.

Downtown também é um espaço para entretenimento, como espetáculos do Cirque de Soleil ou um passeio de balão “com” a Mary Poppins em que é possível ver todos os parques (na verdade o balão apenas sobe e desce, não voa pelos céus da Flórida, não).

Eles também usam o espaço para diferentes ambientes para comer, como o conhecido RainForest, por exemplo. Mas, se passar por lá, experimente o T-Rex. O restaurante simula um mundo pré-histórico com grandes atrações em animatronics que deixam as crianças malucas. O cardápio foca nos pedações de carne, claro, mas há sanduíches, saladas e massas. A decoração tem mínimos detalhes e de tempos em tempos uma “chuva de meteoros” faz o maior barulho, provoca um jogo e troca de cores e luzes e “acorda” dos dinossauros todos.

Mordomia a mais nos resorts

Para quem se hospeda nos resorts da Disney, uma vantagem indispensável para quem anda com crianças: você pode fazer as compras nas lojas e mandar entregar no quarto. Assim, não precisa ficar carregando mais coisas ainda e tem mais tempo e disposição para fazer boas escolhas.

sábado, 17 de abril de 2010

Caos Aéreo na Europa 3º dia

O Reino Unido estendeu até as 6h GMT de domingo (3h de Brasília) a restrição de voos em seu espaço aéreo, em razão da espessa nuvem de cinzas expelidas por um vulcão islandês em erupção.

O tráfego, no entanto, poderá ser retomado aos poucos na Escócia e na Irlanda do Norte neste sábado até as 18h GMT (15h de Brasília). "Isso pode permitir que alguns voos domésticos operem sob controle de tráfego individual", afirmou o organismo responsável pelo tráfego aéreo no país.

No norte da Itália, o espaço aéreo ficará fechado pelo menos até a manhã de segunda-feira. O principal aeroporto do país, o Fiumicino, em Roma, no entanto, permanecerá aberto. Na Alemanha, o bloqueio dura até as 6h GMT de domingo.

Neste sábado (17), boa parte da Europa estendeu até o final do dia as restrições do espaço aéreo, bloqueando o tráfego internacional de aviões pelo terceiro dia consecutivo.

O caos aéreo afeta milhares de pessoas em todo o mundo e não há ainda estimativa para a retomada dos voos nas regiões atingidas, pois, de acordo com autoridades locais, as previsões indicam que a nuvem não está se dissipando.
As cinzas, uma mistura de partículas de vidro, areia e rocha, derivam a cerca de 1.500 m, e, segundo especialistas, podem danificar os motores das aeronaves. A Eurocontrol, que coordena o controle do tráfego aéreo em 38 países, informou que o fenômeno na atmosfera se movia a leste e sudeste.

Segundo a gência Europeia para a Segurança na Navegação Aérea (Eurocontrol), um total de 16 mil voos foram cancelados neste sábado na Europa como consequência da nuvem de cinzas. A agência informou, em comunicado, que, em condições normais, 22 mil voos seriam operados neste sábado na Europa, dos quais somente 6 mil devem acontecer.

A Eurocontrol informou que estão proibidos os pousos e decolagens de aviões civis "na maior parte do norte e do centro da Europa".

Os países e zonas afetadas são, segundo a agência, Áustria, Bélgica, Croácia, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, norte da França, grande parte Alemanha, Hungria, Irlanda, norte da Itália, Holanda, sul da Noruega, Polônia, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Suécia, Suíça e o Reino Unido.

Em algumas destas áreas foi habilitado o "espaço aéreo superior, dependendo da previsão do tempo e da área contaminada pelas cinzas", segundo a nota. No entanto, "é difícil ter acesso a esse espaço aéreo já que, na maioria dos casos, as áreas que o cercam não estão disponíveis para os aviões".

A Eurocontrol ressaltou que o tráfego aéreo permanece aberto no sul da Europa, incluindo Espanha, sul dos Bálcãs, sul da Itália, Bulgária, Grécia e Turquia, onde os voos operam com normalidade.

As previsões indicam que a nuvem de cinza vulcânica continuará nos céus europeus e que seguirá tendo impacto na atividade dos aeroportos por, pelo menos, mais 24 horas.

O controle de tráfego aéreo da Grã-Bretanha (Air Traffic Service) informou que permanecerá fechado pelo menos até meia-noite (21h no Brasil) seu espaço aéreo. Mesma medida foi adotada na Bélgica, França, Alemanha e nos Países Baixos. O aeroportos de Kiev, na Ucrânia, também anunciaram que estarão fechados.

Poucos voos estão sendo direcionados para Hungria e Romênia.

Prejuízos

As companhias aéreas estimam perdas de US$ 200 milhões por dia, com o maior caos aéreo desde a 2ª Guerra Mundial.

A companhia australiana Qantas cancelou todos os voos de sábado para a Europa e já está restituindo os passageiros ou trocando datas de suas viagens.

Cerimônia na Polônia

O fechamento de boa parte do espaço aéreo europeu vai refletir na cerimônia de sepultamento do presidente da Polônia, Lech Kaczynski, e sua mulher, a primeira-dama Maria, na cidade de Cracóvia.

O primeiro-ministro sul-coreano, Chung Un-Chan, foi o primeiro a cancelar viagem à Polônia. Até a manhã deste sábado, os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama; Rússi, Dmitry Medvedev; e a chanceler alemã Angela Merkel ainda estavam na lista de participantes.

* Com informações das agências de notícias Efe, France Presse e Reuters



Beijos e relacionem-se!
R. Sena

COTAÇÕES

.

Dólar


Fornecido Por Cotação do Euro

Euro


Fornecido Por Cotação do Euro

Topo da Página